Linha de Ração Pequena para Piscicultura

      Nenhum comentário em Linha de Ração Pequena para Piscicultura

Eng. Rafael Resende Silva

Esse é basicamente mais um vídeo atendendo a pedidos, mas dessa vez não de uma pessoa específica mas sim de uma grande comunidade que ano pós ano vem lutando com alta de preços de matéria prima, insumos mas ainda sim batalha para ter o seu ganha pão.

Esse vídeo é dedicado a você piscicultor, que insiste no ramo e persegue uma melhoria contínua no seu processo produtivo hoje vamos falar sobre os prós e contras de linhas reduzidas e compactas para a piscicultura.

Começando pelas más notícias vamos a mais importe de todas o custo, para quem está começando agora a pesquisar sobre linhas de ração para piscicultura, saiba que infelizmente o custo é alto para se fazer uma implantação.

Hoje temos vários fornecedores Brasil a fora, desde os mais sérios e aqui eu destaco o nome da Ferraz Máquinas onde trabalho a 7 anos, até empreendedores locais que estão nos quatros cantos do Brasil e aqui e vemos de tudo pequenos responsáveis, mas existe também pequenos e irresponsáveis. Daqueles que te vendem a máquina e nunca mais aparecem para te dar um suporte.

Só abrindo um parênteses bem rápido, mês passado fechei uma linha de 1-2 ton/h, já havíamos conversado por um longo tempo e no meio do caminho ele disse que ia esperar um pouco mais para fechar os equipamentos, por conta da pandemia.

Contudo nesse meio tempo ele fechou não com uma, mas com duas empresas regionais que prometeu   ter uma extrusora boa e que faria uma ração de qualidade. O resultado disso foi duas extrusoras perdidas e dinheiro jogado fora pois ele teve o gasto mas não conseguiu produzir ração para vender.

Outro ponto negativo é que linhas pequenas não possuem automação para pesagem automática tão pouco armazenamento em silos. Tudo é comprado em pequenos lotes e tem que ser armazenado no próprio local de produção.

Se  a Fábrica não é automatizada, com certeza vai necessitar de mais mão de obra, principalmente na parte de preparação onde todos os ingredientes tem que ser pesados na mão e separados por lotes para durante o processo não haja confusão.

O que muitas empresas fazem é trabalhar por etapas onde todo mundo faz os processos da primeira etapa que seria a pesagem e quando já se tem umas 8 a 10 ton prontas, reduz-se o numero de pessoas e separando elas nos demais equipamentos dentro da fábrica de ração.

Linhas Pequenas usam vapor, tanto quanto uma linha de médio ou grande porte, dessa forma o empreendedor tem que pensar no uso de caldeira pois o fato de produzimos ração para engorda, temos que buscar a excelência nos nossos serviços reduzindo ao máximo os pontos onde o dinheiro possa estar escoando ralo abaixo.

Mas mesmo assim temos pessoas que tem interesse em ter a linha para  buscar a qualidade e a excelência em seus produtos;

  • Todos os equipamentos podem ser finamizavel – esse é um ótimo ponto de vista que a maioria das empresa se enquadram dentro do que é pedido pelo banco para que seja financiado a preços baixos;
  • Controle do que esta sendo produzido, por conta da falta de ingredientes que tivemos ano passado, é provável que sejam feitas trocas na formulação  e com isso possa aumentar o tempo de tanque dos peixes.
  • Redução do custo da Ração nos principais pontos:
    • Frete;
    • Compra de matérias primas;
    • Intermediários na compra da ração.

Esses são os principais pontos que fazem o custo da produção de ração cair, quem faz a própria ração consegue baixar o custo,  melhorar a qualidade e programar a própria produção.

E em relação ao encurtamento da linha para poder gastar menos com o processo, é possível sim, mas somente quando é produção própria e essa ração não tenha que ficar estocada. É da fábrica para a Lagoa diretamente.

Bom pessoal vou ficando por aqui, espero que tenham gostado de mais esse assunto, em breve, estarei trazendo mais novidades nesse setor

Um Forte Abraço e até a próxima.

Eng. Rafael Resende Silva

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *