Valor do frango vivo registra queda, mas congelado e resfriado aumentam

O impulso vem da menor oferta de animais para abate e também do maior ritmo de embarques da carne in natura neste mês.

De acordo com pesquisa realizada pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), os valores do frango vivo têm registrado quedas em muitas praças acompanhadas. Esse cenário em novembro somado à firmeza do milho têm diminuído o poder de compra do avicultor frente a esse cereal. Quanto ao farelo de soja, os preços do derivado também caem, mas as desvalorizações do animal vivo têm sido ainda mais intensas.

Já os preços do frango congelado e resfriado têm se elevado de forma expressiva no mercado atacadista da maior parte das regiões acompanhadas pelo Cepea no correr de novembro. O impulso vem da menor oferta de animais para abate e também do maior ritmo de embarques da carne in natura neste mês, que ajuda a enxugar a disponibilidade doméstica.

Fonte: Avicultura Industrial

Deixe uma resposta