Rendimento de carcaça e cortes de frangos de corte com oferta alimentar equalizada

O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da equalização de consumo e da peletização sobre rendimento de carcaça de frangos de corte aos 35 dias de idade

A peletização de rações é a aglomeração de ingredientes por meio de ação mecânica, em combinação com umidade, pressão e temperatura, sendo que no final do processo, a ração é moldada em formato cilíndrico denominado pelete (Massuquetto, 2014). Frangos de corte alimentados com dietas peletizadas apresentam maior consumo de ração, devido sua preferência alimentar (Freitas et al., 2008; Corzo et al., 2011; Abdollahi et al., 2013). Entretanto, quando fornecido dietas peletizadas os frangos de corte tendem a aumentar a deposição de gordura abdominal (Lecznieski, 1997). Entretanto quando é realizada a restrição alimentar destas dietas peletizadas em relação à farelada o desempenho dos frangos é mantido semelhante (Meinerz et al., 2001). Portanto, o objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de equalização de consumo e da peletização sobre rendimento de carcaça de frangos de corte.

Material e métodos

Animais e Instalações: foram utilizados 60 pintos de corte machos da linhagem comercial Cobb 500, de 21 a 35 dias de idade. Os animais foram alojados em boxes de 1,65 m de comprimento e 1,25 m de largura, sobre cama de maravalha de pinos, equipados com bebedouros nipple e comedouros tubulares.

Manejo: no período que antecedeu o fornecimento das dietas peletizadas e os diferentes programas alimentares, os animais foram alojados no galpão e todas as parcelas receberam a mesma dieta inicial farelada até os 16 dias. A partir desse período, foram submetidos a cinco dias de adaptação às dietas experimentais e, somente a partir de 21 dias, aos diferentes programas alimentares. Diariamente todos os comedouros das parcelas que receberam a dieta farelada e peletizada ad libtum foram pesados e, com base no consumo diário da ração farelada, foi determinada a quantidade fornecida para os tratamentos restritos (100%, 95%, 90% e 85% da quantidade de ração diária consumida pelo controle). No manejo diário verificou-se temperatura, mortalidade, qualidade da água, qualidade do ar e fornecimento de ração.

Fonte: Avicultura Industrial

Deixe uma resposta