Pecuária de MT apresenta melhor resultado desde 2015

      Nenhum comentário em Pecuária de MT apresenta melhor resultado desde 2015

Valor Bruto da Produção (VBP) de bovinos, em 2018, foi fechado em R$ 12,081 bilhões; o montante representa 14% do VBP de todos os produtos agropecuários

Mato Grosso encerrou 2018 com alta no Valor Bruto da Produção (VBP) da bovinocultura e atingiu R$ 12,081 bilhões, melhor valor desde 2015. O resultado consolidado foi divulgado na tarde desta terça-feira (15) pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e representa toda a movimentação de valores das principais cadeias produtivas da agropecuária.

Em comparação com o VBP da pecuária bovina de 2017, de R$ 11,721 bilhões, a atividade apresentou alta de 3,05% em 2018. O VBP da pecuária de corte mato-grossense representa 14% do VBP total de Mato Grosso, R$ 85 bilhões, que soma os valores de toda produção agrícola e pecuária.

“A pecuária de corte é a terceira maior atividade econômica do estado se analisados os valores da produção. Porém, com relação sua distribuição dentro do território, é a mais importante por ser a única atividade presente em todas as regiões e movimentar a economia dos 141 municípios mato-grossenses”, afirma o presidente do IMAC Guilherme Linares Nolasco.

Sobre o resultado positivo, Nolasco explica que a alta demanda por carne da China e de Hong Kong garantiu um bom resultado para Balança Comercial e que, no mercado interno, a recuperação da economia também contribuiu para aumentar as vendas. “Tivemos eventos como Copa do Mundo e eleições que tradicionalmente aquecem o mercado da carne. Fora isso, o início da retomada do crescimento econômico e as vendas para a China e Hong Kong permitiram o crescimento do VBP”.

Outro fator que contribui para elevar o VBP é o preço de produtos da pecuária de corte. Ao longo do ano, o valor da arroba do boi gordo apresentou ligeira valorização e seguiu o patamar do VBP, com variação de 3%. Em janeiro do ano passado, a arroba do boi gordo custava R$ 132,99, em média no estado, e em janeiro deste ano está R$ 136,53.

Fonte      Portal do Agronegócio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *