Laboratório para diagnóstico de doenças aviárias é inaugurado em Campinas

Laboratório de referência está entre os dez mais modernos do mundo para o diagnóstico da influenza aviária.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) inaugurou nesta sexta-feira (7), em Campinas (SP) o primeiro laboratório da América do Sul de alta segurança para diagnóstico de doenças aviárias, localizado dentro do Laboratório Nacional Agropecuário (Lanagro/SP). O novo centro de análises possui nível de biossegurança 3 AG (agricultura), o mais alto nível de biossegurança para laboratório que trabalha com patógenos agrícolas e animais.

A nova unidade aumenta a capacidade de diagnóstico do Lanagro, possibilitando melhor atendimento ao setor produtivo nacional e internacional. O projeto foi focado na identificação de doença de aves, mas concebido para ser multipropósito, podendo ser utilizado para diagnóstico de outras doenças dos animais, em caso de necessidade.

O secretário de Defesa Agropecuária do Mapa, Luís Rangel,  disse que a unidade “é fundamental para dar continuidade aos trabalhos de biossegurança e sustentação da agropecuária brasileira. Um investimento de muitos anos que a gente mantém para fortalecer a avicultura nacional”.

O secretário destacou que o laboratório está entre os dez mais modernos do mundo para o diagnóstico da influenza aviária. “O Brasil tem a maior avicultura do mundo, então, nada mais justo do que ter uma estrutura compatível à importância do nosso agronegócio, especialmente nesse segmento da avicultura”.

Para o futuro, segundo ele, “podemos esperar o tratamento de uma série de amostras de material biológico de maneira muito eficiente. E vamos continuar, do ponto de vista de defesa agropecuária, investindo nesse tipo de segmento laboratorial para agregar não só ao laboratório de Campinas, mas a outros laboratórios da rede oficial também.”

 Nos 300 metros quadrados de área biocontida (que impede escape de vírus), será executado, de forma segura, o circuito completo de isolamento e definição do grau de multiplicação de microrganismos. A utilização de métodos moleculares possibilitará a identificação rápida de doença em caso de emergência sanitária.

Além de ser referência para o diagnóstico animal, o laboratório pode apoiar pesquisas acadêmicas, resultando na descoberta de novas vacinas e métodos de detecção de doenças.

A localização da unidade é estratégica, devido a sua proximidade com o Aeroporto Internacional de Viracopos, que agiliza o recebimento de amostras para análise laboratorial.

O Lanagro SP, onde foi instalada a nova unidade, já é reconhecido pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) como um dos dez laboratórios do mundo a atuar como referência no diagnóstico da Influenza Aviária e Doença de Newcastle.

Hub Laboratorial

A Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA) trabalha na implantação do sistema Hub Laboratorial para centralizar todas as informações de amostras dos seis Lanagros existentes e da rede de 450 laboratórios credenciados no país. A cada ano, são feitas cerca de 33 milhões de análises laboratoriais pela rede do Mapa e credenciados. O secretário de Defesa Agropecuária, Luis Rangel, avalia que o Hub irá proporcionar maior grau de transparência, reivindicado por importadores. O sistema é voltado ao combate de fraudes ou quaisquer desvios de finalidade em análises laboratoriais. O foco inicial do sistema são as análises de Salmonella e Listeria em carcaças de frango.

O Hub Laboratorial vai rastrear as amostras desde a coleta na propriedade até o resultado final da análise. As informações serão acessadas em tempo real, com acompanhamento da custódia da amostra (guarda), manutenção do material, insumos aplicados, análises realizadas, permitindo o controle e a auditoria de todas as ações envolvidas. Os laboratórios, por sua vez, poderão planejar melhor seu trabalho.

Fonte: Avicultura Industrial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *