Exportações de carne devem chegar a 8,8 milhões ton em 2028

Exportações de carne de frango puxarão o total de carnes nos próximos dez anos, com 5,2 milhões toneladas exportadas.

As exportações brasileiras de carne devem alcançar 8,8 milhões de toneladas no período 2027/2028, de acordo com o estudo Projeções do Agronegócio (Brasil 2017/18 a 2027/28), da Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e da Secretaria de Inteligência e Relações Estratégicas da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

As exportações de carne de frango puxarão o total de carnes nos próximos dez anos, com 5,2 milhões toneladas exportadas, enquanto a carne bovina ficará em 2,8 milhões de toneladas exportadas, seguida pela carne suína, que deve embarcar 900 mil toneladas daqui a 10 anos.

Um total de 47 países da África Subsaariana (como África do Sul, Angola, Costa do Marfim, Etiópia, Nigéria), mais 15 nações do Oriente Médio (como Arábia Saudita, Irã, Afeganistão, Catar, Emirados Árabes Unidos), além do México, devem adquirir cerca de 39% da carne de frango exportada pelo Brasil.

China, Estados Unidos, África e Oriente Médio devem absorver 44% das exportações de carne bovina. México, China e Japão devem importar 57% da carne suína brasileira.

O estudo projeta uma produção de carnes de 34 milhões de toneladas no período 2027/2028. Isso representa acréscimo de 7 milhões de toneladas em relação à produção atual. O maior crescimento deve ocorrer nas carnes suína e de frango, seguidas por carne bovina. A carne de frango deve ter aumento de 4 milhões toneladas, totalizando 17 milhões em 2028. A produção de carne suína ficará em quase 5 milhões de toneladas, incremento de 1 milhão de toneladas em uma década.

Fonte: Suinocultura Industrial

Deixe uma resposta