Consultores e suas funções, Como identifica-los!

      Nenhum comentário em Consultores e suas funções, Como identifica-los!
Esse não é um texto para causar polêmicas ou confusões, da mesma forma que os demais textos publicados anteriormente é um informativo, um aconselhamento que é dado para as pessoas que tem intenção de montar uma fábrica de ração e não possuem conhecimento suficiente e por fim acabam recorrendo ao auxílio de um consultor.
Com a expansão do mercado de rações no Brasil nos últimos 10 anos, houve também o aparecimento de um profissional que já existia no mercado, mas nesses últimos anos teve uma ascensão no meio além de um salto na quantidade de profissionais. O consultor no começo era a pessoa que havia trabalhado dentro da indústria e após anos de mercado corporativo ou chão de fábrica aposentou-se, mas continuou trabalhando no ramo prestando consultoria para novas empresas.
E um mercado lucrativo, mas demanda uma responsabilidade muito grande, afinal essas pessoas estarão lidando diretamente com os sonhos de seus clientes, a função desses consultores variam de acordo com a sua formação e experiência.
Eu os classifico da seguinte forma:
O Completo: O consultor completo na minha visão é a pessoa que passou anos dentro da fábrica de ração tem experiência no chão de fábrica e no admistrativo, tem formação Medicina Veterinária, Zootecnia e outras profissões equivalentes e irá fazer a implantação da fábrica desde o anteprojeto até o acompanhamento do start up. É o consultor chave na mão além de formular as primeiras rações ele irá auxiliar o cliente no registro dessas formulações e fazer a liberação da papelada junto aos órgãos competentes para que a fábrica esteja apta a trabalhar. Na parte estrutural e equipamentos atuará atuando junto a empresa escolhida para fornecer os equipamentos de forma a decidir o melhor lay out, visando economia de energia, espaço e principalmente equipamentos de transporte. Esse consultor é bem relacionado junto aos fornecedores de insumos e estará sempre atento para indicar o fornecedor que tem o melhor produto com o preço mais competitivo.
Segue alguns links abaixo de legislações na qual esse profissional segue para o registro de produtos e para fazer a liberação de produção.:
O Especialista em Fórmulas: O Consultor especialista em fórmulas irá fazer as formulações necessárias para que a fábrica trabalhe de forma eficiente. Espera-se desse consultor que ele indique os fornecedores de insumo e que ajude o cliente a registrar as fórmulas junto o ministério da Fazenda. Assim como no exemplo acima esse consultor também deve seguir as legislações apontadas acima.
O Especialista em Fábricas: Esse na minha visão é o mais complicado de trabalhar, não querendo generalizar, pois conheço ótimos profissionais que estão nesse ramo, estou aqui de forma a orientar os futuros donos de fábrica ou até mesmo aqueles que já possuem fábrica e contratam esse profissional para poder melhorar o processo. Coincidência ou não eu lido diretamente com esses profissionais todos os dias por estar trabalhando no ramo de vendas de equipamentos. O que realmente acontece é que esse profissional tem que estruturar o lay out para o cliente, dizer como a fábrica dele será montada e quais os equipamentos terá de ser orçado pelas empresas de equipamentos.

Não há problema nenhum em se trabalhar em conjunto com as empresas fornecedoras, pegando os desenhos e passando para os clientes para que ele decida de forma lúcida qual a melhor opção. Afinal ninguém é obrigado a saber tudo sobre tudo e para se fazer um bom projeto é necessário ter  um bom projetista especialista em autocad. Esse profissional tem que apontar os prós e contras de cada empresa e devem ser levados em conta os seguintes pontos:

– Aproveitamento do Espaço;
– Qualidade dos equipamentos;
– Tecnologia;
– Custo Benefício;
– Consumo de energia e utilidades (ar comprimido e vapor);
Alguns desses profissionais não trabalham de forma ética e acabam escondendo informações do cliente, e como muitas vezes o trabalho deles acabam no exato momento em que o negócio é fechado, o cliente vai descobrir que a empresa não idônea ou que o que foi projetado não está totalmente orçado somente no momento da montagem dos equipamentos. Nessa hora o consultor não aparece mais e o cliente descobre que vai que desembolsar mais um caminhão de dinheiro para poder colocar a fábrica para trabalhar.
Exija desses profissionais reuniões com os fornecedores de equipamentos, não os deixe fazer as tratativas sem que você conheça a empresa, tenha conhecimento da empresa na qual você esta prestes a fechar negócios esse tipo de consultor que age dessa forma tem parcerias com essas empresas e além de receber por prestar consultoria ainda recebe da empresa uma porcentagem para poder levar clientes para esta empresa. (nas próximas semanas estarei fazendo um texto sobre as empresas fornecedoras).
Somente para ilustrar o que eu acabei de dizer acima, no final do ano eu recebi um desses consultores na empresa, ele queria fazer uma adequação em um projeto de um cliente de uma cidade no interior no norte do Brasil. Sentamos para conversar eu, o consultor e o projetista que trabalha comigo. Ele já começou a colocar defeito no projeto perguntando o porquê nosso moinho estava do lado de fora da empresa sob uma cobertura, e porque colocamos um sistema de aplicação de líquido com valor tão alto. E complicado dizer, mas o rapaz não sabia nem fazer leitura de desenho lay out e cortes, pois caso ele soubesse veria que o moinho não iria caber dentro da empresa por falta de espaço e altura dentro do prédio.
E a questão do aplicador de óleo e palatabilizante explicamos nosso ponto de vista, mesmo assim não se convenceu. Semanas depois tivemos outra reunião na empresa, dessa vez o cliente que o contratou estava presente, no meio da reunião o Cliente levantou a questão do aplicador de líquidos nessa hora o consultor se encolheu na cadeira, ele queria colocar um sistema muito inferior ao que eu forneço atualmente enquanto o meu faz as medições de óleo e palatabilizante dentro do misturador para poder ter um recobrimento perfeito e economia desses insumos, o dele era uma rosca contínuas de paletas e que fica jogando óleo e palatabilizante de forma constante sem medições e gastando um produto que tem alto valor no mercado. Feito as devidas explicações o Cliente concordou com a nossa proposta e disse que a eficiência e economia justifica o valor. E triste ver um tipo de profissional desse no mercado, mas eles existem e temos que ficar de olho!
 A melhor forma de fugir desses consultores e pesquisando, pergunte sobre eles para outros empresários, consulte os nomes na internet, ela está ai para isso, peça para ver conhecer as empresas na qual ele está indicando, não aceite somente um orçamento, peça no mínimo três e acima de tudo vá atrás dessas empresas para constatar o que está orçado.
Os consultores na minha visão tem que funcionar como se fosse uma franquia de uma empresa, ele tem que dar a melhor direção para que você siga se projeto sem surpresas ou obstáculos, a sua contratação não significa que você terá lucro ou será bem sucedido, a função dele é te dar a receita e dizer a melhor forma de como fazer a execução fica por sua conta e risco!

Deixe uma resposta